banner
Outras Emergências


No nosso dia-a-dia há várias atividades que efetuamos, e equipamentos que usamos, que envolvem um certo grau de risco. O facto de utilizarmos eletricidade, gás ou objetos cortantes nas nossas habitações faz com que possam ocorrer determinados acidentes que exigem cuidados especiais.


O QUE FAZER EM CASO DE...


Cortes/Feridas Superficiais Simples:

  • Lave com água e sabão e aplique um antissético não corante aquoso (ex: betadine). Depois da lavagem e de aplicado o antissético, coloque um penso sobre a ferida.


Cortes /Feridas Complexos:

  • Lave muito bem a ferida com água e aplique um penso compressivo sobre a mesma. Dirija-se ao hospital.


Queimaduras pouco Extensas:

  • Aplique água fria diretamente sobre a queimadura ou gelo de forma indireta. Se surgirem bolhas não as rebente e aplique um penso humedecido.


Queimadura Extensa:

  • Não tente tratar as feridas com pomadas ou medicamentos. 
  • Nunca tente retirar a roupa se ela tiver em contacto com as queimaduras (há o risco de a pele ser arrancada). Aplique pensos humedecidos com água fria sobre a roupa.
  • Leve a vítima o mais rapidamente possível para o hospital.


Queimaduras com Produtos Químicos:

  • Lave abundantemente com água da torneia as partes do corpo afetadas, e tenha especial atenção com os olhos.
  • Dirija-se urgentemente ao hospital mais próximo.


Choques eléctricos de baixa tensão:

  • Corte imediatamente a corrente desligando o objeto em causa ou o quadro geral de eletricidade.
  • Caso não seja possível cortar a corrente é necessário afastar a vítima das partes em tensão. Seja extremamente cuidadoso ao realizar este processo: 
    • Coloque-se sobre uma superfície seca de material não condutor (plásticos, borracha e madeira).
    • Proteja as mãos com luvas de borracha, sacos de plástico, uma toalha ou peças de roupas. Se necessário recorra a varas ou cabos de madeira. Todos os materiais devem estar secos. 
    • Ao separar a vítima dos focos de tensão elétrica, faça-o de forma brusca, evitando agarrar firmemente o sinistrado.
  • Ligue para o 112.
  • Se a vítima não der sinais de vida depois de desligada da corrente elétrica, faça-lhe respiração artificial. De preferência utilize o método boca-a-nariz e a massagem cardíaca externa.


Intoxicações:

Não espere pelo surgimento dos primeiros sintomas, actue o mais depressa possível.

  • Contacto com os olhos: 
    • Lave com água corrente durante 15 minutos mantendo as pálpebras afastadas.
    • Não aplique qualquer produto.
    • Contacte o CIAV (Centro de Informação Antivenenos). 
  • Contaminação da pele:
    • Retire as roupas contaminadas.
    • Lave as zonas afetadas com água durante 15 minutos.
    • Contacte o CIAV (Centro de Informação Antivenenos).
  • Picada de Animal:
    • Imobilize a zona picada
    • Aplique frio (água ou gelo) na zona afectada. No caso da picada ter sido de um peixe-aranha deve aplicar calor.
    • Contacte o CIAV (Centro de Informação Antivenenos).
  • Inalação:
    • Retire a vítima para o ar livre
    • Contacte o CIAV (Centro de Informação Antivenenos).
  • Ingestão:
    • Não provoque o vómito.
    • Beba uns golos de água ou leite.
    • Contacte o CIAV (Centro de Informação Antivenenos).
  • Ligue para o CIAV – Centro de Informação Antivenenos – através do 808 250 143 e responda às seguintes perguntas:
    • Quem: idade, sexo…
    • O quê: nome da substância tóxica…
    • Quanto: quantidade ingerida, inalada…
    • Quando: há quanto tempo…
    • Onde: casa, local de trabalho, parque…
    • Como: em jejum, com bebidas alcoólicas…
  • Caso não consiga ligar para o CIAV, ligue 112 ou dirija-se para o hospital mais próximo. Quando se deslocar para o hospital leve consigo as embalagens, ou rótulos, das substâncias que suspeita terem provocado a intoxicação.


Monóxido de Carbono:

  • Entre no local onde se encontra a vítima, contendo a respiração para não perder os sentidos.
  • Abras as janelas ou portas para arejar o local. Sempre que precisar de respirar faça-o no exterior.
  • Retire a vítima para um local arejado.
  • Desaperte as roupas da vítima para que esta possa respirar.
  • Desligue a válvula ou redutor do gás.
  • Contacte o 112 ou Centro de informação Anti-Venenos – 808 250 143 – e informe o médico que suspeita de intoxicação por monóxido de carbono.



© 2017 SEGURANÇA ONLINE TODOS OS DIREITOS RESERVADOS